CRASE

1.    Use, nas palavras abaixo, o acento grave quando for necessário. COPIE TODAS FRASES NO CADERNO. Justifique, de forma objetiva:

01 – Aquele foi um encontro as escuras, as 10h da noite.

02 – Não chegaram a saber quem era a autoridade.

03 – Encontramos os barcos as margens da lagoa.

04 – Fui a casa dela, mas voltei logo.

05 – Não fui aquela farmácia.

06 – Entregamos o prêmio aquele aluno.

07 – Reprovo aquela atitude.

08 – Não vou a esse evento.

09 – A noite, se reuniam para ouvi-lo.

10 – Sua aversão a estrangeiros era censurada.

11 - As 16h30, todos dormiam.

12 – Não desobedeça  a ninguém.

13 – Os guardas ficaram a uma grande distância.

14 - Os meninos não deram atenção a essa advertência.

15 – Você entregou a encomenda a Luís?

16 – Ela foi a Paraíba.

17 – A meia-noite, os fantasmas aparecem.

18 – Ele não se prendia a nenhuma garota.

19 - Iremos a Porto Alegre.

20 - As notas já foram devolvidas a gerência.

21 – Compareceu a prova indisposto.

22 - Fez a prova indisposto.

23 – Aderi logo a proposta que me fez.

24 – Tomou o remédio gota a gota.

26 - Dia a dia, a empresa foi crescendo.

27 – Ele chegou a essa região há anos.

28 - O aumento entra em vigor a zero hora.

29 – Já chegamos a Florianópolis?

30 – Vá a França, principalmente a Paris.

 

TESTES - ESCREVA A FRASE COM A RESPOSTA, INDICANDO A LETRA ESCOLHIDA.

2. No território nacional, ...... estatísticas o demonstram: ...... cada trinta minutos uma pessoa sucumbe ...... tuberculose. 

a) as, à, a 
b) às, à, à 
c) às, à, a 
d) as, a, à 
e) às, a, a

3. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas: “Quando, ...... dois dias, disse......ela que ia ...... Europa para concluir meus estudos, pôs-se ...... chorar.” 
a) a - a - a - a 
b) há - à - à - a 
c) a - à - a - à 
d) há - a - à - a 
e) n.d.a

4. Refiro-me ...... atitudes de adultos que, na verdade, levam as moças ...... rebeldia insensata e ...... uma fuga insensata. 
a) às, à, a 
b) as, à, à 
c) às, à, à 
d) as, à, a 
e) às, a, à

5. O progresso chegou inesperadamente ..... subúrbio. Daqui ...... poucos anos, nenhum dos seus moradores se lembrará mais das casinhas que, ...... tão pouco tempo, marcavam a paisagem familiar. 
a) aquele, a, a 
b) àquele, à, há 
c) àquele, à, à 
d) àquele, a, há 
e) aquele, à, há

6. Use o acento indicador de crase onde for necessário e classifique A/AS em artigo, preposição ou preposição + artigo (pron. dem.):

a)    Começou a escrever.

b)    Decidiu não mais voltar a Argentina, renunciando a toda a obra que o consagrara.

c)    Já se havia habituado aquela vida, quando o médico cogitou a ideia de submetê-lo a uma intervenção cirúrgica.

d)    Regressou a Belo Horizonte e dirigiu-se a casa paterna.

e)    O ar cheira a gasolina.

f)     Depois convidou-os a iniciarem a nomeação do secretário.

g)   Todos ficaram tensos quando os rivais ficaram cara a cara.

h)     A enfermeira entregou a receita a médica e entregou a paciente as instruções devidas.

i)      A nova funcionária estava disposta a colaborar com a chefe e obedeceu as ordens, viajando a serviço.

j)    Os fiéis fizeram alusão a Sua Santidade e rezaram fervorosamente.

k)     Fui a casa da minha amiga para assistir a novela.

l)  Os peregrinos foram a Israel.

m)   Voltei a escola para entregar o trabalho a professora, mas não cheguei a tempo de encontrá-la, então entreguei a alguém da secretaria.

n)    Vai a festas regularmente.

o)   Vai as festas regularmente.

p)    Fomos encaminhados a seção de cadastro.

q)     O professor mostrou a todos a importância da leitura.

r)    Assistimos a novela as 19h e depois a um maravilhoso filme.

s)   Mãe, não fique preocupada, pois só chegaremos a noite.

t)    Comecei a correr quando vi aquela barata a voar pela sala.

u)    A funcionária enviei as duplicatas.

v)    Não dei a você a chance que merecia.

ORAÇÕES COORDENADAS

O período composto por coordenação possui orações independentes sintaticamente. 
 
* As orações coordenadas sindéticas vêm separadas por conjunções (síndetos).
Ex.: Saiu [E encontrou o amigo].
 
* As orações coordenadas assindéticas vêm separadas por vírgulas (não possuem conjunções).
Ex.: Saiu, viu o sol, sorriu.
 

LEMBRE-SE: TODA ORAÇÃO POSSUI VERBO!

 
CLASSIFICAÇÕES DAS ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS:
  • ADITIVAS: ideia de adição, soma de ideias. CONJUNÇÕES: E, NÃO SÓ... MAS TAMBÉM, NEM.
  • EXPLICATIVAS: ideia de explicação. CONJUNÇÕES: PORQUE, POIS, QUE.
  • ADVERSATIVAS: ideia de adversidade, oposição. CONJUNÇÕES: MAS, ENTRETANTO, NO ENTANTO, CONTUDO, TODAVIA, PORÉM.
  • CONCLUSIVASideia de conclusão. CONJUNÇÕES: LOGO, PORTANTO, ENTÃO, POIS (DEPOIS DO VERBO), ASSIM.
  • ALTERNATIVAS: ideia de alternância ou exclusão. CONJUNÇÕES: OU... OU, ORA... ORA.
    EXERCÍCIOS:
 
 7. Separe e classifique as orações coordenadas:
 
a) Não só comentou, mas também elogiou o trabalho do aluno.
b) A chuva destelhou casas e desabrigou pessoas.
c) Ou você vai logo ou irá sozinho para a escola!
d) O cineasta se esforçou muito, mas seu filme não foi escolhido na premiação, porque não não sobressaiu diante dos outros trabalhos.
e) Ela caiu da cama, entretanto não se machucou e em seguida já levantou.
f) Ora descansa, ora lê seu livro.
g) Não resmungou nem chorou diante do fato.
h) A história era triste, portanto minha mãe ficou emocionada, porém não verteu uma  lágrima.
i) Você não estudou; não reclame, pois, de sua nota nem atrapalhe o professor!
j) Vai chover, portanto leve o guarda-chuva.
 
8. A. MEU TIME PERDEU, PORQUE NÃO TREINOU.
B. MEU TIME PERDEU; PORTANTO  NÃO TREINOU.
 
Os dois períodos possuem o mesmo significado? Justifique.
 
9. Reescreva os períodos simples em um único, composto, utilizando a conjunção adequada.
 
a) A lua se escondeu. O sol apareceu.
b) Estudou pouco. Tirou nota baixa.
c) Caiu ca cadeira,. O pé quebrou.
d) Não fez a tarefa. Não entregou o trabalho.
e) Tentou exterminar os pernilongos. Não alcançou seus objetivos.
f) Era considerado desocupado. Não fazia lições.
g) Não fazia lições. Era considerado desocupado.
h) Quer enriquecer. Deve trabalhar muito.
i) Gostava da vida no campo. Queria comprar um sítio.
j) Não gostava da vida no campo. Não queria comprar um sítio.
k) Gostava da vida no campo. Não queria comprar um sítio.
 
10. Indique o valor semântico da conjunção coordenativa:
 
a) A casa foi pintada recentemente E não ficou bonita.
b) Joga tênis E veleja aos fins de semana.
c) Não reclame, POIS a vida é assim.
d) A vida é assim; não reclame. pois.
e) Reaja OU se entregue de vez!
f) Estudou E conseguiu 10!
 
11. Separe e classifique o período composto da charge abaixo. Em seguida, explique o sentido de MAS no contexto.
 
 
 

12. Leia o conto abaixo e responda às questões:

Apelo

Dalton Trevisan

    Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não senti falta, bom chegar tarde, esquecido na conversa de esquina. Não foi ausência por uma semana: o batom ainda no lenço, o prato na mesa por engano, a imagem de relance no espelho.
    Com os dias, Senhora, o leite primeira vez coalhou. A notícia de sua perda veio aos poucos: a pilha de jornais ali no chão, ninguém os guardou debaixo da escada. Toda a casa era um corredor deserto, até o canário ficou mudo. Não dar parte de fraco, ah, Senhora, fui beber com os amigos. Uma hora da noite eles se iam. Ficava só, sem o perdão de sua presença, última luz na varanda, a todas as aflições do dia.
    Sentia falta da pequena briga pelo sal no tomate — meu jeito de querer bem. Acaso é saudade, Senhora? Às suas violetas, na janela, não lhes poupei água e elas murcham. Não tenho botão na camisa. Calço a meia furada. Que fim levou o saca-rolha? Nenhum de nós sabe, sem a Senhora, conversar com os outros: bocas raivosas mastigando. Venha para casa, Senhora, por favor.

 

a. Descreva, de forma subjetiva, a mulher, a partir de elementos do conto.

b. a. Descreva, de forma subjetiva, o homem, a partir de elementos do conto.

c. Levante hipóteses para explicar a ausência da mulher. 

d. "Às suas violetas, na janela, não lhes poupei água E elas murcham". Identifique e explique o valor semântico da conjunção destacada.

CONCORDÂNCIA

13. Nas frases a seguir, substitua o termo em destaque pelo indicado entre parênteses e refaça, se necessário, a concordância. Quando houver duas concordâncias válidas, indique-as.

a) O resultado da pesquisa sobre alimentos transgênicos provocou grande polêmica entre os cientistas. (conclusões)

b) Contrata-se costureira experiente. (costureiras)

c) Precisa-se de costureira experiente. (costureiras)

d) Muitos pássaros dormiam na imensa árvore. (uma porção de)

e) Dentre os jovens, apenas 1% manifestou a despreocupação com o futuro. ( 2%)

f) O candidato afirma que só 1% da sua votação veio dos ricos. (votos)

g) Mais de 73% do eleitorado sabe o número de seu candidato a prefeito. (eleitores)

h) Certamente não serei eu que acusarei meus amigos. (quem)

i) A polícia deteve dois dos rapazes que participaram da confusão. (um)

j) A Espanha anunciou sua participação no projeto. (Estados Unidos)

 

14. Leia estas duas frases:

I. "O comércio entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai quadruplicaram nos últimos anos - e faz negócios melhores quem se comunica melhor". (Revista Veja, 9/set./98.)

 

II. "O péssimo estado de conservação de muitas rodovias brasileiras causam prejuízos de milhões de reais ao país". (frase de noticiário de TV)

 

Ambas apresentam o mesmo problema de uso da norma culta.

a) Qual é esse problema?

b) Reescreva as passagens incorretas, adequando-as à norma culta. Justifique a correção.

c) Elabore uma hipótese para explicar, em cada frase, o que poderia ter levado o redator a cometer o erro.

 

15. Reescreva as frases, colocando no plural o termo em destaque e estabelecendo a concordância verbal adequada.

a) Não se descobriu nova prova do crime.

b) Necessitava-se de informação mais confiável.

c) Não se confia em promessa eleitoreira.

d) Contestava-se, naquela época, o valor cobrado.

 

16.  Indique a opção correta, no que se refere à concordância verbal, de acordo com a norma culta:

a) Haviam muitos candidatos esperando a hora da prova.

b) Choveu pedaços de granizo na serra gaúcha.

c) Faz muitos anos que a equipe do IBGE não vem aqui.

d) Bateu três horas quando o entrevistador chegou.

e) Fui eu que abriu a porta para o agente do censo.

 

17. Assinale a frase em que há erro de concordância verbal:

a) Um ou outro escravo conseguiram a liberdade.

b) Não poderia haver dúvidas sobre a necessidade da imigração.

c) Faz mais de cem anos que a Lei Áurea foi assinada.

d) Deve existir problemas nos seus documentos.

e) Choveram papéis picados nos comícios.

 

18. Há verbo corretamente empregado no singular:

a) Procurou-se as mesmas pessoas.

b) Registrou-se os processos.

c) Respondeu-se aos questionários.

d) Ouviu-se os últimos comentários.

e) Somou-se as parcelas.

 

CONCORDÂNCIA NOMINAL

19. Faça a concordância, utilizando adequadamente um das palavras entre parênteses:

a) Vão .............. os documentos da casa.( anexo)

b) Estão .......... as despesas com o frete. (incluso)

c) Elas ............. providenciaram os documentos. (mesmo)

d) Elas ............ encaminharam a solicitação. ( própria)

e) Maria Helena responde: muito .............. (obrigado)

f) Naquela sala, havia ......alunas. (menos)

g) As tropas inimigas estavam .......... (atento)

h) Ela estava ........ aborrecida. (meio)

i) A porta está .... aberta. (meio)

j) Tomou sozinha .... garrafa de vinho. (meio)

k) Ele chegou ao meio dia e ..... (meio)

l) ...... alunos foram ao acampamento.(bastante)

m) Não havia .... motivos para ele faltar.(bastante)

n) Eram alunas .... simpáticas. (bastante)

o) Eram assuntos ..... interessantes. (muito)

p) Compareceram àquele lugar ..... vezes. (muito)

q) Naquela loja havia mercadorias .....(barato)

r) Paguei ..... aquela moto. (caro)

 

20. Marque a alternativa cuja sequência preencha adequadamente as lacunas do seguinte período:

“Nós ...................... socorremos o rapaz e a moça ............. ...............

a) mesmos – bastante – machucados.

b) mesmo – bastantes – machucados

c) mesmos – bastantes - machucados

d) mesmo – bastante – machucada.

e) mesmos – bastantes – machucada

 

21. As frases abaixo apresentam erros de concordância. Reescreva-as, corrigindo-as, se necessário:

a) Água sanitária é boa para a limpeza.

b) Era necessário a autorização dos pais.

c) Disseram meios verdades.

e) Fiquem alertas, rapazes.

f) É necessário a virtude dos bons.

g) Bebida alcoólica não é boa para o fígado.

 

22. Entrada é ..............., mas a permanência é .............

a) permitida - proibida

b) permitido – proibido

c) permitida – proibido

d) permitido – proibido

e) permitido - proibida

 

23. Aponte a alternativa em que a concordância está incorreta.

a) Seguem anexas as fotos solicitadas.

b) As cartas seguirão em anexas.

c) As cartas seguirão em anexo.

d) Todos estavam presentes, menos as pessoas que deviam estar.

e) Vinha com bolsos e mãos cheios de dinheiro.

 

24. Nas frases abaixo, as palavras estão incompletas:

1- “A mesa e a cadeira estavam estragad....

2- “O elogio e a lisonja são quase sempre fals......

3- “Esse exercício se destina ao primeiro e segundo períod....

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas:

a) as, os, os.

b) os, os, o.

c) as, os, o.

d) os, as, os.

e) os, as, o

 

25. Em que casos a forma entre parênteses deve ficar no plural? Justifique essas ocorrências.

a) (Bastante) alunos vieram à aula.

b) Seguem (anexo) os comprovantes solicitados.

c) Eles (mesmo) admitiram que tudo não passou de farsa.

d) Eles vestiam calças (cinza).

e) Os brinquedos de madeira custam mais (barato).

 

26. Pesquise e elabore explicação sobre a flexão de número dos adjetivos

a) quando representa cores;

b) quando forem compostos.

REVISÃO DE CONCORDÂNCIA

 

27.  Os trechos abaixo foram retirados de manchetes de jornais. Todos apresentam problemas de concordâncias verbal e nominal. Comente-os e corrija os segmentos problemáticos:

Trecho A:

Trecho B:

 

Trecho C:

Trecho D:

Trecho E:

Imagem F

 

ORAÇÕES SUBORDINADAS

28. Classifique as Orações Subordinadas Substantivas destacadas:

a)    É bom que não comas aqui hoje.

b)    Convencia-se de que já havia terminado.

c)    Todos ali tinham certeza de que ninguém entrara naquela sala.

d)    A vontade dele era que nos tornássemos melhores amigos.

e)    Só não compreendia isto: que os pais o levassem à escola durante as férias.

f)     A verdade é que elas estavam muito cansadas naquele dia.

g)    Dispunham de confiança em que os ajudaríamos.

h)   O mecânico garantiu que não precisaríamos voltar lá.

 

     29. Leia as orações:

"O importante é que todos cheguem com segurança em casa”

"É importante que todos cheguem com segurança em casa"

É correto afirmar que ambas podem ser classificadas como orações subordinadas substantivas subjetivas? Justifique.

 

    30. Observe as orações destacadas:

"Nunca me esqueci de que você me traíra"

"Tenho aversão a que me critiquem"

a)    Classifique-as.

b)    Destaque e explique o uso das preposições.

 

31. Permute (troque) o substantivo grifado por uma oração substantiva, segundo o modelo que segue. 

Tínhamos interesse na sua colaboração.

Tínhamos interesse em que você colaborasse.

 

a)    Detectamos a existência de um erro.

b)    O corretor garantia a valorização do terreno.

c)    Preocupava-se com a fuga dos inimigos.

d)    Era provável a briga entre Pedro e João.

e)    Não confiava na ajuda dos amigos.

32. Reescreva a oração em destaque segundo o modelo abaixo:

(Orações subordinadas substantivas)

 

É indispensável que modernizemos nosso método educativo.

É indispensável modernizarmos nosso método educativo.

É indispensável a modernização do nosso método educativo.

a) É provável que exista amor nesses tempos de cólera.

b) Basta que o aluno coopere.

c) A solução é que devolvam o produto ao dono.

d) É importante que adquiramos um sistema mais moderno.

e) Comenta-se, em toda parte, que ele é o responsável por tudo.

f) Convém que leiamos atentamente o poema.

g) O professor sugeriu que interpretássemos a propaganda.

h) É urgente que se conclua com a máxima rapidez o trabalho.

i) Não importa que o grupo aprove ou não a nossa decisão.

j) Acho bem provável que o coordenador intervenha na discussão.

 

 33. Separe e classifique as orações subordinadas substantivas:

a) O professor reparou que seus alunos estavam desanimados.

b) Concordamos com que ele venha para cá.

c) A mentira seria que ela nunca viajou para lá.

d) Acontece que os tempos andam confusos.

e) Não concordo com a hipótese de que ele seria culpado.

f) Será necessário que você estude mais.

g) A verdade era que ele a amava!

h) O conselho votou que o professor ficará.

i) Ocorreu que o carro invadiu a outra pista.

j) Seus sonhos dependem de que se esforce.

 

34. Temos certeza de que somos todos mortais. A oração destacada 

a) substantiva completiva nominal

b) substantiva objetiva indireta

c) substantiva predicativa

d) substantiva objetiva direta

e) substantiva subjetiva

 

35. (FEI-SP) "Estou seguro de que a sabedoria dos legisladores saberá encontrar meios para realizar semelhante medida." A oração em destaque é substantiva:

a) objetiva indireta

b) completiva nominal

c) objetiva direta

d) subjetiva

e) apositiva

 

36. (UCMG) Há oração subordinada substantiva apositiva em:

a) Na rua perguntou-lhe em tom misterioso: onde poderemos falar à vontade?

b) Ninguém reparou em Olívia: todos andavam como pasmados.

c) As estrelas que vemos parecem grandes olhos curiosos.

d) Em verdade, eu tinha fama e era visto valsista emérito: não admira que ela me preferisse.

e) Sempre desejava a mesma coisa: que a sua presença fosse notada.

 

37. (UFMG) Na frase "Maria do Carmo tinha a certeza de que estava para ser mãe", a oração em destaque é:

a) subordinada substantiva objetiva indireta

b) subordinada substantiva completiva nominal

c) subordinada substantiva predicativa

d) coordenada sindética conclusiva

e) coordenada sindética explicativa

 

38. (UFPA) Qual o período em que há oração subordinada substantiva predicativa?

a) Meu desejo é que você passe nos exames vestibulares.

b) Sou favorável a que o aprovem.

c) Desejo-te isto: que sejas feliz.

d) O aluno que estuda consegue superar as dificuldades do vestibular.

e) Lembre-se de que tudo passa neste mundo.

 

39. (FESP) "Lembro-me de que ele só usava camisas brancas." A oração em destaque é:

a) substantiva completiva nominal

b) substantiva objetiva indireta

c) substantiva predicativa

d) substantiva subjetiva

e) n.d.a.

________________________________________________________________________________________________________________________

ATENÇÃO: REDUÇÃO DE ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS:

1. Eliminar a conjunção.

2. Modificar o verbo da oração subordinada para o INFINITIVO (ar/er/ir).

___________________________________________________________________________________________________________________

40. Reduza as orações subordinadas substantivas abaixo, classificando-as. COPIE OS ENUNCIADOS!

a) Minha mãe afirmou que viu um homem estranho ali.
 
b) É importante que vá logo ao médico.
 
c) Obteve a certeza de que sairia cedo naquele dia.
 
d) Não confiava em que fosse especial para ele.
 
e) Só desejávamos isto: que ele fosse eleito!
 
f) O desejável será que ela vença a corrida.
 
g) Não se convencia de que já havia crescido.
 
h) Não compreendo que você já queira ir embora.
 
i) Será útil que já estude hoje.
 

 

21. Acentue, se necessário, e justifique a acentuação.

biquini

higienico

habil

melancia

Para

Belem

Australia

pega-lo- 

vende-lo

dividi-lo

repo-lo

Jau

ironia

silabica

portugues

portuguesa

triceps

substantivo

topico

sumario

vatapa

agua

(meu) pais

(meus) pais

mes

gas

dependencia

conteudo

entregara (fut. pres.) 

raiz

raizes

 

22. Corrija o emprego dos verbos ter e vir abaixo, justificando com a regra.

23. Passe para o plural:

a. A rua tem árvore.
b. Pássaro vem sempre.
c. O baú contém segredo.
d. Aquele homem vê progresso no trabalho.
e. Polícia detém suspeito.

 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS E PRONOMES RELATIVOS

 

A.      [OS ÍNDIOS, [QUE ESTAVAM NUS], INVADIRAM O CONGRESSO].
        OP             = OS QUAIS                        OP
                   OR. SUB. ADJ. EXPLICATIVA                 
 
B.      [OS ÍNDIOS [QUE ESTAVAM NUS] INVADIRAM O CONGRESSO].
       OP       OR. SUB. ADJ. RESTRITIVA       OP
    
SENTIDO:
A.       TODOS OS ÍNDIOS ESTAVAM NUS E TODOS INVADIRAM.
B.      APENAS OS NUS INVADIRAM.
 
[OS ÍNDIOS ESTAVAM NUS.] + [OS ÍNDIOS INVADIRAM O CONGRESSO.]
O FUMO, QUE PREJUDICA A SAÚDE, DEVE SER PROIBIDO.
 

VEJA OS SLIDES DESSE ASSUNTO, CLICANDO ABAIXO:

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS (1).pptx (198916)


24. SEPARE E CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS:

A. Os vereadores que apoiam o prefeito votarão contra sua cassação.

B. Os vereadores, que apoiam o prefeito, votarão contra sua cassação.

 

25. Explique a diferença de significado das frases do exercício anterior.

 

EMPREGO DO PRONOME RELATIVO

26. Junte as duas sentenças com QUE, eliminando repetições. Utilize a preposição, se necessário. FAÇA AS ADAPTAÇÕES NECESSÁRIAS.

Exemplo:

O processo é sem dúvida o mais econômico. Referi-me a ele com entusiasmo.

O processo a que me referi com entusiasmo é sem dúvida o mais econômico.

 

a) O otimismo é indispensável ao bom andamento do trabalho. Precisamos tanto de otimismo.

b) Foi deprimente o espetáculo. Assistimos a o espetáculo na noite passada.

c) Não consigo lembrar-me do nome da pessoa. Dei todo o dinheiro a ela.

d) A rua tem um lindo abacateiro. Moro nessa rua desde garoto.

e) Estes são alguns dos princípios. Devemos obedecer a estes princípios.

f) Aqui estão alguns fatos. Todos os brasileiros devem lembrar-se deles.

g) Os meios são muitos. Podemos contar com eles.

h) A água é um elemento. O ser humano vai sempre depender desse elemento.

 

27. Assinale a alternativa em que ONDE foi empregado com coesão, indicando lugar:

a. A vida ONDE vivemos nem sempre é boa.

b. O prédio ONDE ela morava foi reformado.

c. A época ONDE tudo ocorreu foi tensa.

d. Aquela foi a conversa ONDE nos entendemos.

 

28. Classifique o QUE como conjunção integrante ou pronome relativo:

a) “Momentos são iguais àqueles em QUE eu te amei”.

b) “... a lua QUE eu te dei pra brilhar por onde você for...”

c) “Acho QUE a chuva ajuda a gente a se ver...”

d) “Pensei até em me mudar, lugar qualquer em QUE não exista o pensamento em você ....”

 

29. Para agilizar a informação, é comum trocar-se a oração subordinada adjetiva por uma absoluta, ou seja, um período simples.

Veja o exemplo:

Colombo, que descobriu a América, é sempre estudado nas escolas.

Colombo, descobridor da América, é sempre estudado nas escolas.

Faça o mesmo. Copie apenas as respostas.

a. Morse, que inventou o telégrafo, é americano.

b. Jorge Amado, que escreveu romances, é conhecido no mundo inteiro.

c. Aquele ator, que coleciona piadas, é muito conhecido.

d. O campo, que fornece frutas à cidade, precisa ser bem-remunerado.

 

30. Outro processo para eliminar frases relativas é substituí-las por um adjetivo, conforme o modelo:

Um movimento que não para = Um movimento contínuo 

a. Dois ruídos que se produziram ao mesmo tempo.

b. Dois partidos que militaram na mesma época.

c. Uma glória que logo é esquecida.

d. Uma frase que não se entende.

e. Grupos humanos que vivem sem residência fixa.

f. Uma comida que não tem sal.

g. Um desodorante que não tem cheiro.

 

31. Reduza as orações subordinadas adjetivas:

a. Os livros que emprestei da biblioteca são ótimos.

b. Ele contava estórias que arrepiavam.

c. A casa que comprei está em ótimo estado.

d. Há pessoas que pensam ser superiores,

e. As cidades brasileiras que cresceram rapidamente sofrem problemas.

 

32. Desenvolva as orações subordinadas substantivas e adjetivas:

a. É possível ser feliz?

b. Os livros encontrados por mim estão rasgados.

c. As crianças da sala, entristecidas, foram amparadas pela professora.

d. O importante é fazer a nossa parte!

 

ATENÇÃO: O PRONOME CUJO INDICA POSSE, SOMENTE.

33. Reúna os dois períodos num só, por meio do pronome relativo cujo.  Elimine repetições. Atenção ao uso das preposições.

a) A árvore foi derrubada. Os frutos da árvore são venenosos.

b) As pessoas estão presas. Eu acreditei nas palavras das pessoas.

c) O edifício fica logo ali. As paredes do edifício foram pichadas.

d) Cortaram os galhos. Os frutos dos galhos estavam maduros.

e) O computador é esse. O processador do computador queimou.

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

34. Separe e classifique as orações subordinadas adverbiais:

a) Ele não nos criticou, mesmo que estivéssemos errados.

b) Nós fomos chamados, logo que a situação se complicou.

c) À medida que as provas chegavam, ele se enervava.

d) Ele se comportava como um garoto irresponsável.

e) Como chovera, os caminhões não subiram a ladeira.

f) Tudo ocorreu, como eles haviam previsto.

g) Ele ficou aqui, a fim de que não o enganassem na conta.

h) O frio era tanto que meus lábios congelaram.

i) Sua prova foi mais fácil do que a minha.

j) Embora seja simpático, tem poucos amigos.

k) Visto que choveu muito lá, nós voltamos cedo.

l) Se voltar hoje, ele receberá o dinheiro.

m) Assim que cheguei, fui visitá-lo.

35. Considere estas duas orações:

I. A madrugada foi muito fria.

II. A superfície do lago congelou.

a) Fazendo as adaptações necessárias, reúna-as de tal maneira que a oração I seja oração subordinada adverbial causal e II a OP.

b) Reúna-as de forma que I seja OP e II, oração subordinada adverbial consecutiva.

 

36. Observe as duas orações abaixo:

A: O GAROTO CHOROU MUITO.

B: OS OLHOS DO GAROTO FICARAM VERMELHOS.

 

a) Fazendo as adaptações necessárias, junte-as, de maneira que A seja oração subordinada adverbial causal  e B, principal.

b) Agora, reúna-as, de forma que A seja OP e B, uma oração subordinada adverbial consecutiva.

 

37. Considere estes períodos:

 

               I.  Nas provas, os professores propunham questões tão difíceis que os alunos mais fracos pediam transferência para outras escolas.

 

               II.  Nas provas, os professores propunham questões difíceis para que os alunos mais fracos pedissem transferência para outras escolas.

 

       a) Identifique as orações subordinadas adverbiais presentes nesses dois períodos e indique as circunstâncias que elas exprimem.

 

       b) Em qual dos dois períodos fica evidente a intenção dos professores de provocar a saída dos alunos mais fracos? Explique.

 

 

38. Leia este trecho de texto:

              "Dos dinossauros só sobraram os ossos. Os animais mais poderosos a andar sobre a nossa terra desapareceram. Força e tamanho lhes foram inúteis. Se tivéssemos sido seus contemporâneos, não teríamos suspeitado que um fim tão abrupto os aguardava. Porque também nós compartilhamos da crença de que os maiores e mais fortes sobreviverão.

              Mas a verdade é bem diferente. As lagartixas, parentas subdesenvolvidas dos dinossauros, escaparam ilesas e assistiram, solenes, aos funerais dos primos fortes. Sobreviveram não a despeito de (apesar de) serem pequenas e frágeis, mas porque são pequenas e frágeis. Como refeição bastam-lhes umas poucas moscas e a vida continua. Com os dinossauros as coisas eram diferentes. Bocas enormes, estômagos descomunais [...]."

                                                             (Rubem Alves. A gestação do futuro. Campinas, Papirus,1986.)

 

 

          a)  Segundo o texto, em que condição não suspeitaríamos que os dinossauros se extinguiriam repentinamente?

 

         b)  Classifique a oração que serve de resposta ao item anterior.

 

        c)    No segundo parágrafo, ao explicar a sobrevivência da lagartixas, o autor emprega uma expressão concessiva: “a despeito de”. Com isso, ele deixa claro que, em princípio, era de se esperar que ocorresse um outro fato com as lagartixas. Qual? Por quê?

 

         d)    Transcreva e classifique a oração que expressa o motivo da sobrevivência das lagartixas.

TESTES

39. A opção em que a oração subordinada pode ser considerada adverbial condicional é:
a) Desde que o vi, me apaixonei.
b) Desde que tenho muito trabalho hoje, não poderei sair.
c) Permanecerei aqui, desde que você permaneça.
d) Diga-me se a proposta lhe interessa.
e) Falou sem que nos convencesse.

 

40. As orações subordinadas adverbiais assinaladas estão classificadas. Assinale a alternativa cuja classificação esteja errada:

a) “Nunca chegará ao fim por mais depressa que ande.” (oração subordinada adverbial concessiva)
b) “Era tal a serenidade da tarde que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a
finados.” (oração subordinada adverbial consecutiva).
c) Mesmo que faça calor, não poderemos nadar. (oração subordinada adverbial concessiva)
d) Ela era tão medrosa, que não saía de casa. (oração subordinada adverbial comparativa)
e) Se tudo correr bem, levar-te-ei à Europa. (oração subordinada adverbial condicional)

 

41. Qual das orações subordinadas pode ser considerada adverbial causal?

a. Mesmo que partas antes, precisarei do resultado das provas.
b. Chegamos tão cedo, que o portão da faculdade ainda estava fechado.
c. Já que possuo pouco dinheiro, tomarei apenas um lanche.
d. O público aplaudia euforicamente para que o circense bisasse o número.
e. Realizou os exercícios segundo pregavam as instruções.

 

42. “E quanto mais andava mais tinha vontade”, ocorre ideia de proporção. Assinale a opção em que tal ideia NÃO ocorre:

a. Quanto mais leio este autor, menos o entendo.
b. Choveu tanto, que não pudemos sair.
c. À medida que corria o ano, o nosso trabalho era maior.
d. Quanto menos vontade, mais negligência.
e. Quanto mais se lê, mais se aprende.

 

43. A oração destacada no período: “ ... mesmo que eu juntasse, um por um, os cacos todos, nunca mais o espelho seria como antes.” ( Lygia Fagundes Telles ) expressa um aspecto:

a. temporal
b. concessivo
c. causal
d. conformativo
e. condicional

 

44.  Assinale a oração classificada corretamente:

a) Como diz o povo, tristezas não pagam dívidas. (subordinada adverbial comparativa)
b) Não serás bom advogado, sem que estudes muito. (subordinada adverbial consecutiva)
c) Cumprirei minhas tarefas mesmo que a oposição critique. (subordinada adverbial concessiva)
d) Quanto mais se tem, mais se deseja. (subordinada adverbial causal)
e) Aproximei-me a fim de que pudesse ouvi-la. (subordinada adverbial proporcional)

 

45. Numa das frases abaixo, não se encontra exemplo da conjunção anunciada. Assinale-a:

a) subordinativa concessiva -” Conquanto estivesse cansado, concordou em prosseguir”;
b) subordinativa condicional - “Digam o que quiserem contanto que não me ofendam”;
c) subordinativa temporal - “Mal anoiteceu, iniciou-se a festa com grande entusiasmo” ;
d) subordinativa final - “Saiu sem que ninguém percebesse”;
e) subordinativa causal - “Como estou doente, não comparecerei”.

 

46. As orações subordinadas adverbiais exercem função de adjunto adverbial. Analise os períodos abaixo, identificando a circunstância de cada um. Em seguida assinale a opção CORRETA:

I. Só fui ter consciência disso, quando mais tarde percebi que poderia perder outro filho.
II. A reação da mãe foi tamanha que procurou recuperar o tempo perdido.


As orações em destaque são respectivamente:
a) Subordinada adverbial temporal e conformativa.
b) Subordinada adverbial causal e concessiva.
c) Subordinada adverbial temporal e consecutiva.
d) Subordinada adverbial causal e proporcional.

 

REVISÃO DE CONCORDÂNCIA

58.  Os trechos abaixo foram retirados de manchetes de jornais. Todos apresentam problemas de concordâncias verbal e nominal. Comente-os e corrija os segmentos problemáticos:

Trecho A:

Trecho B:

 

Trecho C:

Trecho D:

Trecho E:

Imagem F

COLOCAÇÃO PRONOMINAL

59. Copie as frases, colocando o pronome oblíquo na posição correta. Abaixo, indique se ocorre próclise, ênclise ou mesóclise e justifique.

01. O presente é o momento quando prepara o futuro. SE

02. Nossa vocação molda às necessidades. SE

03. Se não fosse a chuva, acompanharia. O

04. Caro amigo, muito agradeço o favor... LHE

05. As informações que obtiveram, chocavam entre si. SE

06. Não foi trabalhar, porque machucara na véspera. SE

07. Vamos, amigos, cheguem a nós. SE

08. O torneio iniciará no próximo domingo. SE

09. Amanhã falarei todas as novidades. TE

10. Os alunos surpreendem com suas tiradas espirituosas. NOS

11. Oferecia as explicações. LHE

12. Para não falar, resolveu sair cedo. LHE

13. Nunca criticaremos. A

14. Mesmo que julgassem, jamais desistiu. O

15. Ontem, arrependeu do que fez. SE

16. Ontem arrependeu do que fez. SE

17. Não daremos a bronca. LHE

 

60. Leia as tirinha abaixo e explique seu sentido, levando em conta as regras de colocação pronominal. Em seguida, passe os trechos problemáticos para a forma padrão e justifique o que foi modificado.

 

61. Reescreva as frases, substituindo os objetos pelos pronomes oblíquos adequados, e colocando-os na posição adequada:

a. Ela já limpou seu quarto.
b. Ela nunca forneceu o pagamento aos fornecedores. 
c. b. Ela nunca forneceu o pagamento aos fornecedores
d. Vou avisar meus amigos do ocorrido.
e. Encontrei formigas na cozinha.
 

REVISÃO: EMPREGO DOS PRONOMES RELATIVOS 

62. Reescreva as frases, flexionando os pronomes relativos devidamente:

a. Estou vendo um filme de aventuras * é muito interessante. (o qual)
b. Para assistir ao show, enfrentamos filas * pareciam eternas. (o qual)
c. O carro * portas foram arrancadas é este. (cujo)
d. O carro * pneus estouraram perdeu a direção. (cujo)
e. Lavei o vestido de festa * qual estava manchado. (o qual)
f. Nem gosto de lembrar-me daquela noite, durante * não consegui pregar os olhos. (o qual)
g. Sempre que podia, mimava os amigos, * nunca o deixaram . (o qual)
h. Procuro valorizar cada viagem * realizei. (o qual)
 

63. Reescreva as expressões, empregando o pronome relativo QUE e a preposição adequada, se necessário:

a. A conversa * queremos.
b. A conversa * amamos.
c. A conversa * concordamos.
d. A conversa  * apoiamos.
e. A conversa *  duvidamos. 
f. A conversa * confiamos. 
g. A conversa * desconfiamos. 
h. A conversa *  discordamos.
i. A conversa * defendemos.
j. A conversa * suspeitamos.
k. A conversa * falamos. 
l. A conversa  * assistimos.
m. A conversa * nos preparamos.

 

REGÊNCIA VERBAL

64. ESCREVA AS FRASES JÁ COM A FORMA CORRETA, TENDO EM VISTA AS REGRAS DE REGÊNCIA VERBAL:

01. [Esqueci / Esqueci-me] a bolsa em casa.

02. [Esqueci-me / Esqueci] dos documentos em casa.                          

03. Aspiro [o cargo / ao cargo] de professor.

05. Em casa assistimos [novelas / a novelas].

06. Aspirou [o pó / ao pó] do sofá.

07. Já pagamos [o / ao] médico.

08. Meu tio ainda não perdoou [a / à] filha.

09. O governo paga muito mal [os / aos] professores.

10. Você [se lembra / lembra] de nosso vizinho?

11. Nunca namorei [com essa / essa] pessoa.

12. Prefiro ser amado [do que / a] amar os outros.

13. Prefiro a aula de Português [que a / a] qualquer outra.

14. Prefiro críticas [do que / a] elogios mentirosos.

15. [Esqueci / Esqueci-me] da promessa.

16. Ainda [lembrou / se lembrou] do apartamento antigo.

17. Deus, perdoe [aos /os] nossos pecados.

18. Pagou [à /a] dívida.

19. Sempre [se] antipatizei [com todos / a todos].

20. Eles obedeciam [os / aos] estatutos?

21. Preferia [mais a / a] praia [do que o / ao] campo.

22. Os corpos obedecem [leis / às leis] da gravidade.

23. Por que [se antipatiza com / simpatiza com] o professor?

24. Aspire [o / ao] ar da madrugada.

25. Meu primo aspira [o / ao] sucesso no teatro.

26. Assistimos [o / ao] jogo.

27. A enfermeira assiste [o / ao] ferido.

28. A garota respondeu [ao / o] professor.

29. Você já respondeu [aos / os] testes?

30. O ataque visava [o / ao] palácio.

31. O cônsul já visou [o / ao] passaporte.

32. Para agradar [o / ao] irmão, ficou em casa.

33. Paguei [a / à] conta.

34. O ar [que / a que] aspiramos está poluído.

35. O cargo [que / a que] aspira não está disponível.

36. O escritório situa-se [à / na] Praça Tiradentes.

37. O professor procedeu [a / à aula].

38. Eu [o / lhe] quero tanto!

39. A rua [que / em que] moro é arborizada.

40. Entregamos [a / em] domicílio.

 

65. Reescreva as frases abaixo, completando-as com as preposições sozinhas ou com pronomes relativos, de acordo com as normas de regência nominal/verbal:

a. A arma ___ se feriu desapareceu.

b. Estas são as pessoas ___ lhe falei.

c. Aqui está a foto ___ me referi.

d. Passamos por uma fazenda ___ se criam búfalos.

e. Sua atitude não foi adequada _______ situação.

f. Sou responsável ________ você, portanto, seja leal _______ mim.

g. N]aão se adaptou _______ vida no campo.

h. Fizeram alusão _______ vida íntima dela.

i. O  espetáculo  _________  assistimos  foi  inesquecível.  

j. A  rua_________  moramos  é  bastante  movimentada.  

k. Esse  é  o  amigo  _________  confio.  

l. É  exatamente  esse  o  cargo  __________  aspiro  há  tempos.  

m. Foi  fechado  recentemente  o  restaurante  __________  almoçava  todos  os  dias.  

n. O  nome  da  rua  _________  moro  faz  alusão  a  um  fato  histórico.     

o. Editou-se  a  lei  _________  acreditamos,  _________  simpatizamos  e  ________  lutamos. 

p. A  justiça  na  sociedade  é  o  ideal  _______  aspiramos  e  _______  acreditamos.  

q. Hoje, os  mecanismos  tecnológicos  _______  dispomos  são  muitos.  

r. Essa é  uma  conquista  _________  todos  os  brasileiros  orgulham-se.

s. O dinheiro  _______  necessito  só  entrará  na  conta  o  mês  que  vem.  

t. A situação ___________ se deparou o surpreendeu.

u. Tinha certeza __________ haveria de chegar o momento ___________ ela mandaria o texto para a redação.

v. O drama ________ estavam assistindo era incompatível __________ manifestações de alegria que ouviam ao longe.

w. A mão__________ imagem vi refletida era do menino.

x. Os alunos_________ se fala tiveram boas notas.

y. A tristeza_________ passa o homem é real.

 

66. Comente os problemas das frases abaixo. Depois, corrija-as, segundo a norma padrão:

a. Eu lhe avisarei do que aconteceu.

b. Vi e gostei do filme.

c. O filme que assisti será inesquecível!

d. Minha dedicação já não lhe satisfaz!

 

 

EQUÍVOCOS FREQUENTES

67. Reescreva as frases, corrigindo os problemas que contradizem a linguagem padrão. Leve em conta os slides estudados sobre o tema:

a. "A criança começa a frequentar a escola com 6 ou 7 anos. É uma idade maravilhosa, onde o garoto ainda está descobrindo a vida e necessita de uma orientação".

b. Compareceu pessoalmente ao cartório.

c. Ao invés de fazer o bolo, decidiu assar uma torta e isso foi um mal passo.

d. Jamais concordamos e minhas ideias sempre foram ao encontro das dele.

e. Não tenho outra alternativa a não ser agir mau humoradamente.

f. Nunca encarou os problemas de frente, sempre fugia.

g. Há alguns anos atrás, aquele prédio foi reformado.

h. O governador do estado não agiu de forma honesta.

i. Agora já acabou a tarefa.

j. Aquele foi um tempo onde fomos tão felizes!

k. O governo criou novos empregos.

l. Nossa, quanta afinidade! Minhas ideias vão de encontro as suas.

m. Introduziu, durante a noite, dentro da garrafa de leite, o veneno.

n. Junto com você, vou até o inferno.

o. Antes, vivia fazendo planos para o futuro.

p. Escreveu sua própria autobiografia.

q. Prefeitura restaura velho casarão.

r. Quantos países do mundo se convenceram do ato dos EUA?

s. Qual é o panorama geral?

t. Sempre teve bonita caligrafia.

u. Prezo a ortografia correta!

v. Convivemos juntos há tempo!

w. Mantenha sempre o mesmo sorriso encantador.

x. Considero você meu amigo pessoal.

 

RESENHA CRÍTICA: LIE TO ME (1° EPISÓDIO)

    Assista ao episódio através do link abaixo:

    http://www.filmesonlinegratis.net/vh/?id=bgykfmt7ex3k

    INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Dirigido por  Michael Zinberg, a série traz as investigações de uma equipe formada por especialistas em detectar mentiras. As mínimas expressões e gestos são interpretados por esses cientistas do comportamento, que prestam seus serviços para diversas entidades, como o FBI, a polícia, empresas particulares ou mesmo pessoas que estejam dispostas a descobrir a verdade que alguém pode estar escondendo.

    O grupo é liderado pelo Dr. Cal Lightman, um cientista que dedicou toda a sua vida ao estudo do comportamento humano. Lightman ainda conta com a ajuda da sua parceira e psicóloga Dra. Gillian Foster, além do pesquisador Eli Locker, de Ria Torres, uma mulher com o talento natural de interpretar as expressões humanas, e de Ben Reynolds, um agente do FBI designado para dar assistência ao Grupo Lightman em suas investigações. Juntos, eles formam uma equipe de verdadeiros polígrafos humanos.

    Elenco

  • Tim Roth como Cal Lightman, um especialista em linguagem corporal e micro-expressões, que auxilia organizações judiciais locais e federais nas investigações de crimes. O personagem dele é baseado no Dr. Paul Ekman, notável psicólogo e especialista em linguagem corporal e expressões faciais.
  • Kelli Williams como Gillian Foster, amiga e sócia de Cal Lightman.
  • Monica Raymund como Ria Torres, ex-funcionária de aeroportos e trabalha no The Lightman Group.
  • Brendan Hines como Eli Loker, trabalha no The Lightman Group. Sempre diz a verdade.
  • Mekhi Phifer como Ben Reynolds, um agente do FBI designado para oferecer assistência armada e conhecimentos práticos. Reynolds nem sempre concorda com os métodos de Lightman. (Participou de parte da 1ª temporada e toda a 2ª).

ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS

68. A partir dos radicais estudados, dê o significado das palavras:

a) hematofobia

b) teocentrismo

c) filantropo

d) hipódromo

e) gastrite

f) hepatite

g) rinite

h) psicologia

i) homofobia

j) misoginia

k) topologia

l) nefelibata

m) antropofagia

69. Classifique abaixo, de acordo com o processo de formação de palavras. Lembre-se dos processos pelo destaque abaixo:

- DERIVAÇÃO PREFIXAL/SUFIXAL/PREFIXAL E SUFIXAL/PARASSINTÉTICA OU PARASSÍNTESE/REGRESSIVA/IMPRÓPRIA

- COMPOSIÇÃO POR JUSTAPOSIÇÃO/AGLUTINAÇÃO - p. 262

a) mula-sem-cabeça

b) miudeza

c) vadiagem

d) cabisbaixo

e) desmentir

f) destaque

g) escravizar

h) o olhar

i) amadurecer

j) deslealdade

k) passatempo

l) ensurdecer

m) vaivém

n) justaposição

o) composição

p) amoral

q) a compra

r) enobrecer

s) inutilidade

t) bípede

70. Separe as palavras em morfemas e classifique-os:

a) invencível

b) peitoril

c) chazinho

d) teiazinha

e) ricos

f) amássemos

g) cantavas